quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Torneio Estadual de Games 2017

Equipe da E.M. Celestino da Silva após a disputa da final e a conquista do 2º lugar.
Professor Thiago Fortunato líder do time, Professora Tay Lima, diretora adjunta da unidade escolar e Luciana Cortes, membro da GITE.
O videogame ainda é visto por muitos como inimigo e, para começar a quebrar esse mito, a For Games, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, organizou o Couch Masters 2017, segunda competição intercolegial de e-games, que contou com a participação de 21 escolas públicas e particulares.
Dia 31 de outubro, foi realizado na escola SESI a etapa final do Couch Master 2017, campeonato de games que visa trazer o videogame como um aliado da aprendizagem e um elemento de aproximação da escola, além de revelar novas habilidade e talentos como reitera o diretor da For Games Victor Prado, “temos uma geração ávida por tecnologia e comunicação e os games podem ser usados para atrair a atenção dos alunos, e levá-los a aprender conceitos de física, matemática, raciocino lógico, línguas.”
A final da competição reuniu seis escolas do Rio de Janeiro, entre elas três unidades da rede municipal: E.M Santa Catarina, com o time liderado pelo professor de matemática Marcelo Imbroisi, E.M. Pedro Bruno, comandado pelo professor de Educação Física, Pedro Romanholli e E.M. Celestino da Silva, que tinha como líder o professor de matemática, Thiago Fortunato. 

Escolas Municipais finalistas: E.M Santa Catarina, E.M. Pedro Bruno e E.M. Celestino da Silva
As três escolas da rede eram as únicas representantes do Ensino Fundamental e apresentaram ótimos resultados, incluindo o segundo lugar geral na competição, conquistado pela E.M. Celestino da Silva.
Entretanto, o destaque da competição e o grande prêmio da tarde foi para a postura e comprometimento dos estudantes envolvidos, que demonstraram o que é competir de maneira saudável e respeitosa, reagindo de forma surpreendente as derrotas e vitórias dessa tarde de games e de trocas de experiências. 
Em relação a participação dos estudantes, o professor Thiago Fortunato ainda acrescenta: “A final do Couch Masters é a culminância de um projeto de integração entre alunos e escola, onde o resultado foi a valorização das múltiplas habilidades dos alunos e também a criação de um novo espaço escolar que se aproxima e quebra o paradigma, derrubando a lenda de que escola é lugar de tudo aquilo que é chato. É incrível o comprometimento e o orgulho que sentem ao representar a escola e durante os treinos também foi possível trazer para mais pertos alunos que não se enxergavam na escola.”
Texto: Luciana Cortes
FONTE: www.rioeduca.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário